Saúde Esportiva - Saúde, Nutrição, Estética, Beleza

Vida Sexual depois dos 50

Até bem pouco tempo atrás, as pessoas davam como certa e incontestável a perda gradativa do desejo sexual e, conseqüentemente, da atividade em si. Às vésperas do lançamento de um medicamento para as mulheres, equivalente aos comprimidinhos azuis que chegaram ao mercado há quase dez anos para garantir a virilidade dos homens, especialistas explicam o que acontece com a vida sexual depois dos 50.

"Ao contrário do que se pensava nos anos 80, acreditando que a disfunção sexual (DS) estava diretamente relacionada a fatores psicológicos, hoje sabemos que a grande maioria das pessoas apresenta dificuldade ou desinteresse sexual em virtude de algum componente orgânico", diz o doutor Paulo Rodrigues, urologista do Hospital Santa Paula.

Segundo o médico, cardiopatas, diabéticos, fumantes, hipercolesterolêmicos (que têm colesterol alto) e hipertensos podem desenvolver disfunção erétil mais cedo que outros homens. "Uma avaliação individual do paciente poderá definir um tipo de conduta para melhorar a vida sexual do paciente. Além do uso de substâncias que aumentam a oxigenação dos corpos cavernosos, garantindo ereção mais prolongada, há que se definir o uso ou não de hormônios, que, apesar de controverso, tem se revelado um poderoso potencializador do bem-estar pessoal e vigor físico".

No caso das mulheres, o período pós-menopausa pode ser vivido com alegria e qualidade de vida, desde que haja acompanhamento de um endocrinologista. "Há alguns anos, a terapia hormonal (TH) só não era empregada em pacientes que apresentassem contra-indicações. Atualmente, de preferência, se opta pela TH nos casos em que existam indicações, como osteoporose, fogachos (sensações de calor intenso) e alterações genitourinárias. Há que se pesar, inclusive, a importância da lubrificação vaginal e do controle das variações de humor como componentes fundamentais para manter uma boa relação com o parceiro", diz a médica endocrinologista Dolores Pardini, professora da Unifesp.

A médica também adverte as mulheres quanto à incontinência urinária, tão comum no climatério. "Nunca pensem que deixar `escapar´ urina, independentemente da quantidade, é normal. Nem durante longas risadas, nem ao tossir. Esse é um problema social que inibe muito as pacientes, uma vez que são obrigadas a usar absorventes constantemente, o que acaba provocando assaduras e alterando a flora vaginal. Existem tratamentos específicos para a incontinência urinária. Fisioterapia é um deles".

Fontes: Dra. Dolores Pardini, endocrinologista e professora da Unifesp
Dr. Paulo Rodrigues, urologista do Hospital Santa Paula

Créditos: Marco Berringer
EX-LIBRIS COMUNICAÇÃO INTEGRADA
Fone: (11) 3266-6609


Leitura adicional:
Andropausa - alterações sexuais do homem idoso
Clamídia
Sífilis - Prevenção, tratamento, congênita
Doenças sexualmente transmissíveis - DST
Herpes genital - Sintomas, tratamento, prevenção
Gonorréia - Sobre tratamento, prevenção, sintomas da doença
Viagra - Sildenafil
Alongamento peniano - Tamanho do pênis - Cirurgias para aumento
Cialis - Tadalafil - Remédio contra disfunção erétil
Disfunção erétil - impotência sexual masculina



Sexo e saúde

Item Herpes genital - Como prevenir

Item Herpes Genital - O que é, transmissão, sintomas, tratamento, cura

Item Sífilis secundária e primária - Sintomas, transmissão, tratamento

Item Gonorréia

Item Barriga e impotência sexual

Item DST - Doenças sexualmente transmissíveis

Item Fratura no pênis

Item Levitra ® tem mais rápido inicio de ação

Item Doença de peyronie - Curvatura exagerada do pênis

Item Tratamentos para disfunção erétil - Injeções, próteses penianas

Item HPV

Item HIV e AIDS - Educação sexual e prevenção

Item Beijo na boca e risco de doenças - Herpes labial

Item Camisinha contra DSTs e AIDS

Item Disfunção Erétil e Arteriosclerose

Item Educação sexual e sexualidade da mulher

Item Sexo e dor de cabeça

Item Viagra X Adolescência

Item Vida Sexual depois dos 50

Item Voz bonita e Vida Sexual

Item Viagra - Entre o Coração e a Ereção

Item Candidíase vaginal


Saúde Esportiva - © 2007-2015 Helio Fontes - Política de privacidade
Email para contato